A VERDADEIRA IGREJA - Dois ou três reunidos em nome de CRISTO!!


Contexto bíblico Mateus 18:

"Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em Meu nome, aí estou EU no meio deles."

Os Cristãos que não frequentam templos citam esta passagem bíblica no único e simples argumento de jogar por terra a imposição dos frequentadores e fundadores da igreja instituição (lugares apelidados de igrejas), que por suas crendices, usam o sofisma (argumento capcioso no intuito de enganar) da obrigatoriedade de se reunir (congregar), se e somente se, estiver num templo religioso, e por este motivo, existem homens religiosos (lideranças eclesiásticas) que anseiam em denigrir os que não frequentam.


Como são forjadores de opiniões fraudulentas, mercenárias, fúteis, estes tais religiosos...

No contexto em epígrafe, CRISTO não fez e não faz menção sobre qualquer templo que seja; tão somente, o SENHOR nos faz a anuência de que devemos estar sempre, em tudo quanto realizarmos, direcionados em Seu nome.

E certo é que, todas as vezes que mencionamos tal contexto no qual frisamos não haver a obrigatoriedade de se estar neste ou naquele templo religioso construído por homens, as lideranças eclesiásticas e seus seguidores querem desvirtuar a real finalidade do versículo, pretendem contrariar o verdadeiro argumento atacando-nos, fazendo referência aos seus atos ou palavras, sem rebater o conteúdo do próprio argumento. As reuniões, onde estão dois ou três reunidos (congregados) em nome de CRISTO, tem o fim de O adorarmos em espírito e em verdade, seja em que lugar for, não importa, o que importa é que DEUS seja louvado!!

A veracidade é que, os sem templo jamais combateram as pessoas que vão aos templos religiosos, nosso embate está nos ensinos que são inventados e maquinados nesses lugares apelidados de 'igrejas' e suas imposições e dogmas, doutrinas e tradições de homens [Mateus 15].

As crendices ou sofismas, as quais são frutos dos ensinos nos templos religiosos, que ferrenhamente temos de embate, de oposição, que tanto resistimos, são, dentre outras:

  • à justificativa dos que construíram e dos que usam os templos religiosos como sendo único local onde supostamente se encontrará DEUS..

DEUS está em todo lugar, ELE é onipresente!!!

  • à justificativa de que somente há comunhão, que somente se congrega, estando dentro de um templo religioso....

O contexto bíblico de Mateus 18 nos mostra que as reuniões (quando se congrega), o importante é que se deve reunir (congregar) em nome de CRISTO, em qualquer lugar, assim como o SENHOR nos disse em João 4:


"Disse-lhe JESUS: Mulher, crê-ME que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o PAI.

Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus.
Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o PAI em espírito e em verdade; porque o PAI procura a tais que assim O adorem.
DEUS é ESPÍRITO, e importa que os que O adoram O adorem em espírito e em verdade."


  • à justificativa da necessidade de se construir e somente ir aos templos religiosos usando versículos bíblicos fazendo menção de que CRISTO e Seus apóstolos iam ao templo de Jerusalém, como por exemplo, Atos 3Atos 5...

A Palavra de DEUS e a imagem abaixo nos mostra que, a ninguém era permitido adentrar ao templo de Jerusalém, somente os sacerdotes (que já não se fazem mais necessários, por que temos um único Sumo Sacerdote, CRISTO [Hebreus 5]), porquanto, tanto CRISTO como os apóstolos e demais pessoas, ficavam aos arredores do templo, nos pátios e escadarias.

  • à justificativa de que DEUS, no Antigo Testamento, ordenou a construção do templo de Jerusalém...

Apesar de DEUS ter ordenado a construção de um templo em Jerusalém, porém, este era para a adoração dos judeus, de Israel, e aliás, diga-se de passagem, foi derribado, destruído; portanto, não há nenhuma obrigatoriedade de que se construa outros templos após a crucificação e ressurreição de CRISTO;

O pretexto da obrigatoriedade de construção de templos religiosos se desfazem quando somos justificados pelo contexto bíblico, diante dos textos:

  • "Ou não sabeis que o vosso corpo é o templo do ESPÍRITO SANTO, que habita em vós, proveniente de DEUS, e que não sois de vós mesmos?[1Coríntios 6]
  • "O DEUS que fez o mundo e tudo o que nele há é o SENHOR do céu e da terra, e não habita em santuários feitos por mãos humanas.[Atos 17]
  • "Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a DEUSpor JESUS CRISTO.[1Pedro 2]
  • e tantos outros.

Enfim, vc quer se reunir nos templos religiosos apelidados de 'igrejas??

Que o faça, mas não venha mentir que é somente neles que se há comunhão, que somente neles é que a Igreja existe, que somente neles é que DEUS está, não use deste artificio para justificar uma suposta e hipotética obrigatoriedade que CRISTO não nos sujeita...... não seja anátema!!






Porque dELE e por ELE, e para ELE, são todas as coisas; glória pois, a DEUS eternamente;
Nos interesses da Igreja que CRISTO edificou, e não nas instituições religiosas apelidadasde 'igrejas' fundadas por homens. Amém.


Fonte:  SITE DESIGREJADOS
http://desigrejado.blogspot.com.br/2016/08/dois-ou-tres-reunidos-em-nome-de-cristo.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+Desigrejados+(DESIGREJADOS%E2%84%A2)

3 comentários:

João Cardoso disse...

Não é tão difícil comentar ou dar explicação sobre o que é uma Igreja, mas o muito falar ou escrever acaba complicando ainda mais os leigos.Há muitas referências na Bíblia sobre Igrejas.Segue aqui apenas o texto de Efésios capítulo 2:22e23. E sujeitou todas as cisas a seus pés e sobre todas as coisas o constituiu como o cabeça da igreja. Que é o seu corpo, a plenitude daquele que cumpre tudo em todos.
Agora para compreender melhor sobre a formação da Igreja, precisamos explicar a escolha dos apóstolos e qual foi a ordem que Jesus delegou a eles. Veja Mateus cap. 10:5 a 10
Versículos 9e10 , Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos. Nem alforjes par o caminho, nem duas túnicas, nem bordão, porque digno é o operário do seu alimento.
Traduzindo para os dias de Hoje:- jesus nos dá a entender que:- Não possua Jatinho, Helicópteros, fazendas e cabeças de gado; procure não ficar rico, tenha apenas o necessario para sustentar sua família.
Agora não adianta criticar os que não estão indo à Igreja. Estes líderes (presidentes de Ministérios) religiosos deveriam olhar para si próprios e ver seus erros. Por causa deles é que torna-se difícil convencer alguém a ir á igreja. Eles baseiam neste versículo:- Ovelha gera ovelha. E deixam de ir a campo querendo que os membros da igreja levem visitantes.
Conforme andei investigando, muitos dos presidentes (donos de igrejas) chegam a ganhar mais de quinhentos mil reais. É como ganhassem na mega sena todos os meses. Espero que alguns deles leiam este comentário, quem sabe se convertam ; vendem seus jatinhos, helicópteros e fazendas, entregando o valor na igreja para fazer as obras sociais.
Segue meu nome completo e email, caso alguém quiser me conhecer pessoalmente , me mande mensagem. Sou destemido e não ando com seguranças como eles andam, e minha arma é poderosa. É a Oração. João Guardiano Cardoso:- guardiano.seguranca@#gmail.com

João Cardoso disse...

Errata no email no comentário anterior.

João Guardiano Email:- guardiano.seguranca@gmail.com

João Cardoso disse...

A IGREJA PRIMITIVA E AS IGREJAS DE HOJE

No exato ano 300 de Roma (cada império tinha sua data) nasceu em Belém Jesus de Nazaré. Seus pais José e Maria vieram à Belém por causa do senso, e não encontraram abrigo em nenhuma casa; assim acharam abrigo num estábulo de animais e Jesus nasceu numa Manjedoura.
O menino cresceu em sabedoria e autoridade, e quando atingiu a idade de trinta anos; iniciou seu ministério escolhendo os Apóstolos, inclusive o traidor Judas Iscoriotes. Jesus começou o sacerdócio aos 30 anos porque era lei Judaica que o homem só poderia exercer a partir dos trinta anos e Jesus também cumpriu esta Lei.
Delegou poderes aos apóstolos e a Pedro entregou a responsabilidade a iniciar a sua Igreja, mas não fez de Pedro um Papa como afirma a Igreja Católica Romana. Foi cruxificado morto e sepultado por dois amigos, José da cidade de Arimatéia e Nicodemos. Mas ressucitou ao terceiro dia. Depois apareceu para algumas pessoas que mereciam a sua presença, calcula-se que foram mais ou menos 520 quinhentas e vinte pessoas. deus ordens aos apóstolos a permanencer em Jerusalém até receberem o consolador (Espírito Santo), os apóstolos foram dispersos para pregar a Boa Nova.
Na cidade de Antioquia da Síria os seguidores de Jesus foram pela primeura vez chamados de Cristão. Tinham tudo em comum, vendiam seus bens e entregavam na igreja; assim todos viviam em igualdade na posse. Esta foi a Igreja Primitiva. Sofreram perseguições até o Ano 312 dC quando o Imperador Constantino se converteu ao Cristianismo.
Deixaram de serem perseguidos, e a igreja tornou-se diferente pois era pura não havia a idolatria (adoração de imagens). Naquela época havia senhores Burgueses que queriam ser cristão ; mas exigiam que fosse colocado a imagem de seus pais porque eram nomes de renomes e pagavam para tal. Assim foi que contaminou a Igreja dos apóstolos (Primitiva) passando poderes aos Imperadores. No ano 391 o sucessor de Constantino, o Imperados Fernando Teodósio proibiu os cultos pagãos tornando obrigatório a doutrina do cristianismo em todos os territórios do domínio de Roma. Foram criados o Papado por um dos imperadores.
No ano de 1155 O Papa Adriano IV mandou executar o turbulento religioso Arnaldo Bréscia que era contra o poder temporal dos papas. Jhon Huss (1369-1415) foi professor na Universidade de Praga e capelão da corte.Foi contra os demandos da Igreja e a idolatria que vinha afastando o povo da salvação em Jesus Cristo.Num ato arbitrário o concílio o condenou a`morte. No cárcere setenciado a ser queimado vivo, João Huss disse:- Hoje podem matar o ganso, mas daqui a cem anos Deus sustará o Cisne, que não poderão queimar.
Cento e dois mais tarde, surgiu o grande reformador Martinho Lutero. Era monge e lendo a Bíblia o Senhor revelou os mistérios que o fez ver os erros cometidos pela Igreja Católica incluindo entre eles foi a Indugencia. Lutero não obteve exito, e assim protestou colocando na Catedral de Witerberg as noventa e cinco teses cotra a Igreja. Ocorreu então a Revoluçao Protestante e a divisão da Igreja.
Católicos Apostólicos Romanos, que seguem os ensinamentos do Clero romano com adoração a imagens e esculturas até o dia de hoje;
Protestantes ou Crentes Evangélicos, que seguem as doutrinas puras da Bíblia sem adorar imagens e esculturas, adorando apenas a Deus e Jesus em espírito.
A partir de 1545 surgiram novos reformadores entre eles João Calvino, fundador da Igreja Presbiterianas. Depois várias denominações, e todas tem como regra de Fé a Bíblia Sagrada; cabendo a nós aceitar aquelas que sejam do nosso agrado.
Saibam tudo sobre o Papado, entre no site:- www.celebrandodeus.com/artigo_papas.asp