JESUS E AS RELIGIÕES


Por Letícia Romero

Para qualquer pessoa pelo mundo quando se fala o nome Jesus logo se lembra de uma religião, esse nome ficou diretamente relacionado com alguma prática religiosa cristã, seja católica, evangélica e suas ramificações.
Neste artigo você verá que Jesus não tem e nunca teve relação nenhuma com qualquer tipo de religião, falo da religião como um todo. Mas para entender tudo isso vamos começar com um pouco de história.




Quando Jesus veio a terra, o povo de Israel estava inserido no meio de uma religião, o Judaísmo. Vemos no velho testamento que todos os rituais, dogmas e mandamentos eram criados para que o homem pudesse de alguma forma "fazer as pazes" com Deus, mas o próprio Deus tinha preparado algo mais profundo.


Ao invés de todos aqueles rituais, muitos criados por homens, Deus tinha pensado em um modo de obter essa aproximação do homem de um modo mais intimo.
Vemos em muitos capítulos que Deus não aguentava mais a própria religião judaica:

"De que me serve a mim a multidão de vossos sacrifícios, diz o Senhor? Já estou farto dos holocaustos de carneiros, e da gordura de animais cevados; nem me agrado de sangue de bezerros, nem de cordeiros, nem de bodes.
Quando vindes para comparecer perante mim, quem requereu isto de vossas mãos, que viésseis a pisar os meus átrios?
Não continueis a trazer ofertas vãs; o incenso é para mim abominação, e as luas novas, e os sábados, e a convocação das assembléias; não posso suportar iniqüidade, nem mesmo a reunião solene.
As vossas luas novas, e as vossas solenidades, a minha alma as odeia; já me são pesadas; já estou cansado de as sofrer.
Por isso, quando estendeis as vossas mãos, escondo de vós os meus olhos; e ainda que multipliqueis as vossas orações, não as ouvirei, porque as vossas mãos estão cheias de sangue.
Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossos atos de diante dos meus olhos; cessai de fazer mal."
Isaías 1:11-16

Sabemos que o grande plano de Deus foi trazer seu filho para que morresse pelos nossos pecados e fizesse a reconciliação com ele. 

Em toda jornada de Jesus ele veio  humilde, pobre, e nem um pouco influente. Por que Deus não o fez nascer em uma família de sacerdotes? Por que Deus não deixou ele ser criado no meio dos fariseus e saduceus e recebessem seus ensinamentos desde a infância, Não seria mais fácil? Jesus já estaria no meio deles e teria muito mais influência sobre o povo, ou não?
Deus fez Jesus nascer em uma família pobre e sem nenhuma influencia e lendo os 4 evangelhos você observa que o que ele mais condenou em toda sua jornada pela terra foi A RELIGIÃO:

"Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.
Condutores cegos! que coais um mosquito e engulis um camelo.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que limpais o exterior do copo e do prato, mas o interior está cheio de rapina e de intemperança.
Fariseu cego! limpa primeiro o interior do copo e do prato, para que também o exterior fique limpo.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que sois semelhantes aos sepulcros caiados, que por fora realmente parecem formosos, mas interiormente estão cheios de ossos de mortos e de toda a imundícia.
Assim também vós exteriormente pareceis justos aos homens, mas interiormente estais cheios de hipocrisia e de iniqüidade.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que edificais os sepulcros dos profetas e adornais os monumentos dos justos,
E dizeis: Se existíssemos no tempo de nossos pais, nunca nos associaríamos com eles para derramar o sangue dos profetas.
Assim, vós mesmos testificais que sois filhos dos que mataram os profetas.
Enchei vós, pois, a medida de vossos pais.
Serpentes, raça de víboras! como escapareis da condenação do inferno?"
Mateus 23:23-33

Lembrem-se, Jesus estava falando com os principais religiosos da época, respeitados por todos, e era uma religião que todos acreditavam que foi formada pelo próprio Deus através de Moisés, porém o que Jesus condenava era a quantidade de rituais feitos porém o coração estava cheio de iniquidade, como muitos religiosos de hoje, que parecem santos por fora, mas por dentro não há mudança.

Um dos principais rituais que o sacerdote da religião judaica fazia era entrar no "santo dos santos" onde estava a arca da aliança, esse lugar era separado, uma cortina imensa o separava e somente o sacerdote tinha permissão de adentrar neste lugar, e todo cuidado era pouco, pois o mesmo corria risco de morte se não seguisse todas as orientações para entrar na presença de Deus.
Quando Jesus morreu o véu foi rasgado de alto abaixo, o que isso significa? que não existem mais rituais para se chegar a Deus:
"E eis que o véu do templo se rasgou em dois, de alto a baixo; e tremeu a terra, e fenderam-se as pedras;"
Mateus 27:51



Deus está disponível a todos sem necessidade de nada que nos possa religar a ele, pois Jesus já fez tudo!


Muitos dizem que a igreja católica foi criada por Jesus através de Pedro (o primeiro papa), porém históricamente sabemos que ela foi criada por Constantino, por volta dos anos 300 (Na nossa aba de vídeos explicamos isso). 


A igreja criada por Jesus é invisível, como a igreja primitiva, sem placas, sem rótulos, sem rituais. Os apóstolos sairam pelo mundo pregando o evangelho que proclama a salvação da raça humana através de Jesus, quem aceitassem passaria a viver segundo os preceitos de Cristo, não foi criada uma religião.

Eles eram chamados de cristãos por serem seguidores de Cristo, se reuniam em casas, sem liturgias apenas oravam, louvavam e compartilhavam as boas novas e se ajudavam também nas necessidades uns dos outros. Isso tudo acontecia antes de Constantino ser o propulsor da igreja católica 300 anos depois da morte de Cristo aproximadamente, ele se arrependeu de ter perseguido os cristãos e fez com que boa parte se tornassem santos, após isso os anos se passaram, o conselho de Niceia foi feito e dogmas e rituais foram novamente criados para se chegar a Deus, agora você precisa passar por diversas etapas para que você possa de alguma forma obter a atenção de Deus (Mesmo Jesus já tendo feito isso e rasgado o véu da separação).

Depois de mais ou menos 1200 anos ocorreu a reforma protestante e surgiu a religião evangélica, que também diz que é a religião criada por Deus, hoje pelo senso comum se você fala que segue a Jesus as pessoas subtendem que você ou é católico ou evangélico, poucos conseguem separar o nome de Jesus de uma religião vigente.


Agora uma pergunta, como uma religião que surgiu 1500 anos após a morte de Jesus é a certa? E as pessoas que morreram antes? foram todas para o inferno?

O protestantismo como filho da igreja católica, trouxe os mesmos rituais e dogmas, para se achegar a Deus, como por exemplo, falar que o templo é a casa de Deus, mesmo sabendo que Deus não habita em templos :
"O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens;"
Atos 17:24

E mesmo sabendo que quando na morte de Jesus se rasgou o véu a presença de Deus saiu daquele lugar e entrou nas pessoas:
"Não sabeis vós que sois o templo de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?"
1 Coríntios 3:16

Ter uma liturgia nos cultos, regras que dificilmente são quebradas, o pastor ou padre são inquestionáveis, mesmo sendo homens e falhos, entre outros....quando você ver profundamente não há muita diferença entre as duas religiões, pois os santos que os católicos adoram são os pastores que os evangélicos não questionam.
(Mais explicação sobre isso na aba de vídeos - Série Religião)

Portanto, Jesus em nenhum momento, em nenhum versículo e em nenhum parte de seu ministério veio criar uma religião, ele veio criar a sua Igreja, que como eu disse e invisível e esteve presente em todas as épocas da história, são todos aqueles que seguem a Deus e seus preceitos na face da terra, não se importando com placas, cnpj, fazer ou permanecer em rituais.

A principal ação já foi feita pelo próprio Deus que foi Jesus morrer por nós, após isso nenhum sacrifício que fizermos nos levará a Deus, isso já é nosso, já está nas nossas mãos e é de graça!

Falo isso por experiencia própria, pois vivi 22 anos em rituais da religião, achando que aquilo me aproximaria mais de Deus, mas quando entendi que nada que eu fizesse me levaria mais para perto dele, por que o que tinha que ser feito já foi, descansei e procurei apenas seguir seus passos sem mais rituais que me prejudicassem na caminhada.

Olha o que os religiosos faziam colocando mais regras e prejudicando a caminhada das pessoas:

"Mas ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que fechais aos homens o reino dos céus; e nem vós entrais nem deixais entrar aos que estão entrando."
Mateus 23:13

"Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que percorreis o mar e a terra para conseguir adeptos; e, depois de o terdes feito, o fazeis filho do inferno duas vezes mais do que vós."
Mateus 23:15

O que Jesus está dizendo aqui? Que os religiosos fazendo sua pregação e trazendo pessoas para seguir a religião deles faz com que elas se tornem duas vezes mais filhas do inferno! Jesus diz que os religiosos não deixam as pessoas entrarem no reino dos céus e nem eles entram!

Esses religiosos como os de hoje se preocupam muito mais na aparência de santidade, na Bíblia debaixo do braço, nas roupas recatadas (hoje em dia nem isso), nas obrigações com o templo...etc. Mas se sentem cheios? Tem mudança de vida? 

Creio que existem pessoas que se reúnem e que possam de alguma forma estar servindo a Deus verdadeiramente em um templo que pregue a verdade do evangelho com um líder que não cobre rituais para se achegar a Deus, pois essa obra é do Espírito Santo. Digo isso por que em algumas igrejas vemos que mulheres não podem usar calça, homens não podem usar bermuda, não pode se maquiar ou cortar o cabelo, tudo coisas externas que nada valem se o coração não for transformado, só impõem regras! A religião se preocupa muito mais com o exterior do que com o interior.

Portanto tomem cuidado para que nada seja posto como obstáculo de sua caminhada em Cristo, Jesus já rasgou o véu, não há religião correta, O objetivo de Jesus na terra nunca foi criar uma religião, mas sim uma igreja perfeita invisível, que são todos que estão sobre a face da terra que seguem os preceitos dele onde estiverem, por que ele é a salvação!

1 Então falou Jesus à multidão, e aos seus discípulos,

2 Dizendo: Na cadeira de Moisés estão assentados os escribas e fariseus.
3 Todas as coisas, pois, que vos disserem que observeis, observai-as e fazei-as; mas não procedais em conformidade com as suas obras, porque dizem e não fazem;
4 Pois atam fardos pesados e difíceis de suportar, e os põem aos ombros dos homens; eles, porém, nem com seu dedo querem movê-los;
5 E fazem todas as obras a fim de serem vistos pelos homens; pois trazem largos filactérios, e alargam as franjas das suas vestes,
6 E amam os primeiros lugares nas ceias e as primeiras cadeiras nas sinagogas,
7 E as saudações nas praças, e o serem chamados pelos homens de mestres.
Mateus 23



5 comentários:

Unknown disse...

Muito bom esse estudo. As igrejas "denominacionais" continuam mantendo as pessoas presas em dogmas rituais. Líderes lêem esses versículos, mas não entendem, ou não querem entender, a simplicidade para seguir o caminho que o salvador deixou. É o sistema não querendo deixar as pessoas livres.

Rafaela Carlos disse...

Amando o site, texto muito bom!

Questione e Descubra disse...

Obrigada ir mães!

Qualquer sugestão ou crítica pode entrar em contato conosco!

João Cardoso disse...

Parabéns autora pelo trabalho, muito bom mesmo.Estou numa igreja pentecostal, mas a igreja somos nós; e Jesus nosso Sumo Sacerdote. O que me deixa intrigado são os pastores pentecostais chamar o Púlpito de Altar. Igreja evangélica não tem mais o Altar, que é lugar de sacrifícios. Jesus fez o sacrifício por nós pagou nossos pecados. Quando Jesus morreu na cruz o véu do Templo rasgou, a Arca da Aliança desapareceu. Portanto hoje não existe mais o Altar e nem a Arca da Aliança, se bem que existe aqui na minha cidade (São Paulo) uma igreja que possui uma réplica da Arca. Acho que o Pastor presidente nunca leu Jeremias 3:16
Autorizo deixar meu email e nome neste relato:- João Guardiano (guardiano.seguranca@gmail.com)

João Cardoso disse...

Parabéns autora pelo trabalho, muito bom mesmo.Estou numa igreja pentecostal, mas a igreja somos nós; e Jesus nosso Sumo Sacerdote. O que me deixa intrigado são os pastores pentecostais chamar o Púlpito de Altar. Igreja evangélica não tem mais o Altar, que é lugar de sacrifícios. Jesus fez o sacrifício por nós pagou nossos pecados. Quando Jesus morreu na cruz o véu do Templo rasgou, a Arca da Aliança desapareceu. Portanto hoje não existe mais o Altar e nem a Arca da Aliança, se bem que existe aqui na minha cidade (São Paulo) uma igreja que possui uma réplica da Arca. Acho que o Pastor presidente nunca leu Jeremias 3:16
Autorizo deixar meu email e nome neste relato:- João Guardiano (guardiano.seguranca@gmail.com)